...

Um diamante bruto, quando lapdado, tornar-se-á entediante rápidamente.

posłaniec

O badalar dos impetuosos sinos ecoavam além dos limites da pequena e isolada cidade, até a flora e fauna que a circundavam. Em meio a floresta alguém movia-se com velocidade por entre as árvores, e mesmo a pé era difícil identificar quem ou o que poderia ser; era como se sua vida dependesse de seus passos.

Na praça central, um ser parecia não acreditar no horário e retirou de um de seus bolsos um relógio, conferindo se a torre estava realmente certa.

12:57 simultâneamente marcavam os ponteiros dos dois relógios.

No instante seguinte, enquanto o relógio de bolso é recolhido, um rapaz chega ofegante, com as roupas sujas e parcialmente rasgadas; que ao constatar quem o aguardava não conseguiu esconder o espanto.

- Mas como? Quando?

E ainda tentando recuperar o fôlego continua.

- Você estava...

É quando suas indagações são interrompidas.

- Trouxe a encomenda?

Com uma expressão confusa ele tira uma caixinha de sua mala de couro e estendendo os braços. Ação que logo é quebrada.

- Abra-o.

Seu rosto refletia toda a perplexidade daquele momento. Mas as surpresas não paravam por ali. Dentro da pequena caixa encontrava-se um doce, uma bala aparentemente simples.

- Para servir-me, coma-a.

O rapaz voltou seu olhar novamente para o doce em suas mãos e quando iria pronunciar qualquer palavra sobre o assunto viu-se sozinho em meio a praça.


.

2 comentários:

  1. To be continued!
    Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Como vc consegue??? Fico intrigada imaginando o antes e o depois ... show Ciel!!!

    ResponderExcluir

Meus codiais agradecimentos aos elogios e críticas acima contidos.